Da loucura dos homens

J.R. Penteado & Sanzio Marden52,00Comprar
 

Relatos curtos, entrelaçados e acompanhados de reflexões instigantes narram, da infância à maturidade, as percepções, os medos, as inseguranças e as paixões de um personagem masculino com uma visão aguçada, singela e poética do descortinar do apaixonante e perturbador universo feminino. Assim continua até chegar à complexidade das relações amorosas, com suas intrigas, ressentimentos e traições nesta adaptação da loucura que nos orienta.

Para entrar de cabeça

Quando li pela primeira vez e me encantei com o livro DA LOUCURA DOS HOMENS & OUTROS ESCRITOS, sem saber dos planos do autor de adaptá-lo para história em quadrinhos, já achei que estava pronto para virar uma HQ.

No livro, relatos curtos, entrelaçados e acompanhados de raciocínios instigantes narram, da infância à maturidade, as percepções, os medos, as inseguranças e as paixões de um personagem masculino com uma visão aguçada, singela e poética no descortinar do apaixonante e perturbador universo feminino. Assim continua até chegar à complexidade das relações amorosas, com suas intrigas, ressentimentos e traições.

Rodrigo de Faria e Silva levou adiante seu desejo de transformar a obra em história em quadrinhos e convidou para a empreitada seus amigos, o artista Sanzio Marden e o escritor J. R. Penteado, ambos tarimbados em suas especialidades, mas que nunca tinham enveredado pelo universo das HQs. D

essa maneira nasceu a parceria, na qual, Sanzio, o desenhista, apresentava propostas de alterações do roteiro para convertê-lo em quadrinhos; e Penteado sugeria mudanças na aparição dos quadrinhos para compor a narrativa. Foram dois anos de trabalho acompanhados de perto pelo Rodrigo.

O resultado é uma HQ impecável e bastante fiel ao texto original, apesar de não seguir rigorosamente a mesma ordem. A clareza do roteiro e a quadrinização precisa, limpa e arejada, somadas à força e ao refinado grafismo dos desenhos tornam a leitura envolvente e prazerosa.

Impressiona a perfeição dos traços que mostram a evolução do personagem desde a infância até a idade adulta. Vale a pena entrar de cabeça nessa loucura dos homens, mas que, na verdade, é mesmo coisa de mulher.

 

Toninho Mendes
JORNALISTA, POETA E EDITOR DE HQS BRASILEIRAS