Como e porque sou romancista

Nesta espécie de autobiografia de 1893, José de Alencar expõe, em forma de carta, as circunstância que fizeram-lhe enveredar para o caminho das letras

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Nesta espécie de autobiografia de 1893, o escritor cearense José de Alencar (1829-1877) expõe, em forma de carta, as circunstância que fizeram-lhe enveredar para o caminho das letras e, posteriormente, se tornar um dos principais nomes da literatura brasileira — com títulos como Senhora (1875), Lucíola (1862), O guarani (1857) e Iracema (1865), no qual trabalha a ideia de concepção nacional a partir da relação entre um português e a personagem que dá nome à obra, uma nativa do Brasil.

outras notícias