Oriente próximo, extremo oriente

R$58,00

Fora de estoque

Autor: Eduardo Alves da Costa
ISBN: 9786589573289
Edição: 1
Lançamento: 21.06.2021
Peso: 200.0g
Dimensões: 160.0 x 230.0 x 13.0 mm
Páginas: 200

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Na apresentação de Chongas, seu romance de estreia realizado com “mão de mestre e numa escrita idealmente aliciante”, segundo Antonio Houaiss, também foi reconhecido como autor criativo, erudito, denso, fluente, natural, estimulante e poético, com seu livro A sala do jogo por veículos como O Globo, O Estado de S.Paulo, Jornal da Tarde e Folha da Tarde), Eduardo Alves da Costa, aos 85 anos, nos entrega mais uma obra magistral Oriente próximo, extremo oriente, no qual vemos mais uma vez a manifestação plena de seu talento. Além de nos remeter ao passado distante, estes contos podem ser lidos como sofisticadas metáforas do mundo atual.

Sobre o autor
Eduardo Alves da Costa nasceu em Niterói (RJ), em 1936. Aos dois meses de idade, mudou-se para São Paulo com seus pais. Graduou-se em direito pela Universidade
Mackenzie (SP), mas não chegou a exercer a profissão.
Trabalhou como redator de publicidade, jornalista, editor de textos, mas sua maior paixão sempre foi a literatura. Poeta, romancista, contista, cronista, escreveu algumas peças de teatro (inéditas) e, em 1982, após frequentar durante muitos anos o ateliê do pintor Mario Gruber, começou a se dedicar também à pintura. Atualmente, vive com sua mulher, Antonieta, em Picinguaba, uma vila de pescadores situada no litoral norte de São Paulo.